domingo, 13 de março de 2011

Dá-lhe Neruda!!



O danado desse Neruda não foi prêmio Nobel à toa.
Além de genial poeta, o homem sabia viver.
E construir poeticamente os seus lares.

A casa da Isla Negra [na verdade uma "ponta" entre El Tabo e Algarrobo, Chile central] foi onde viveu o tempo mais longo de sua vida. Foi provavelmente para suas "janelas" que escreveu o seguinte verso:

“El océano Pacífico se salía del mapa. No había dónde ponerlo. Era tan grande, desordenado y azul que no cabía en ninguna parte. Por eso lo dejaron frente a mi ventana”.

Vejam só que maravilha de lugar:












Mais informações no site da Fundação:
http://www.fundacionneruda.org/es/isla-negra/historia.html

Nenhum comentário: