segunda-feira, 14 de março de 2011

O "Piscinão" daqui



Quando construíram o Piscinão de Ramos, muita gente criticou o projeto, alegando o absurdo de se construir uma piscina ao lado da Baía, enquanto esta continuava poluída. Sem falar no grande investimento público sem a garantia de manutenção.

E se a piscina fizesse parte de um grande complexo residencial de classe alta? Teria gerado os mesmos protestos?

Isso é o que foi feito em uma pacata praia da zona central do Chile.

A praia de Algarrobo, como apresentada no post anterior, era uma pacata praia de baixa densidade, com pequenas casas em contato direto com a areia, separadas apenas por uma pequena rua de terra.



Pois a 1 Km dali foi construído o tal complexo, San Alfonso del Mar, com um impacto paisagístico que se percebe quase desde Quintay, 17 Km depois.

Ou seja, o complexo é chocante em vários e vários aspectos, entre eles:

- Impacto ambiental brutal
- Piscina gigante [maior piscina do mundo, ohhh] em frente ao mar
- Péssima arquitetura
- Privatização de 1 Km da frente marítima

Tentamos entrar para conhecer, mas fomos barrados. Acho que o carro do Fernando era muito pequeno...

Enfim, ficam aqui algumas fotos para a avaliação dos leitores. Que estão péssimas, por sinal, devido ao acesso restrito:

Interior do complexo:



Vistas da rua:







Fresta da rua que permite ver um pedaço da piscina:

Um comentário:

natmussi disse...

Socorro, pensei q o mundo já tivesse superado as malditas piramides de vidro!