sábado, 23 de abril de 2011

Fechando o outono

Dois clássicos dessa terra boa!
Melhor ainda se consumidos juntos, como foi o caso!





Até o inverno! brrrrrrrr

Bom pra memória



Há muitos e muitos posts atrás apresentei o [naquele momento] recém inaugurado Museo de la Memoria y Derechos Humanos.
Naquela ocasião ele não tinha sido aberto à visitação.
Pois dessa vez entrei.





Bonito por fora, internamente o espaço é sensacional! Limpo, legível e super bem detalhado.
Não foi possível tirar fotos, mas deixo aqui uma canja do exterior, meio repetitiva, mais para registrar a visita tardia.
Para mais informações: http://www.museodelamemoria.cl



Agora... o acesso desde o estacionamento poderia ter uma solução melhor não é??
Sofrível...

O Cosmo Caixa Chileno



Não há como não lembrar do melhor museu de ciências do mundo [pelo menos entre os que eu já visitei], aquele lá no alto de Barcelona, em Tibidabo...
Mas isso é outra história!

Agora vou falar do MIM.
O Museu Interactivo Mirador é surpreendente.
Dentro dessa imensa massa de concreto [bem pouco atraente, diga-se por sinal] concentra-se uma extensa coleção de experiências científicas, artísticas e tecnológicas.



Nossa experiência começou num feriado. Primeirões a chegar.
Já pensava que seria mais do mesmo, conhecimento concentrado e subaproveitado.
Ledo engano.
Pouco a pouco foi chegando a criançada, que, no final, já começava a lotar o espaço.


Com o interior arquitetonicamente muito mais atraente, monitores super bem treinados, experiências variadas e didáticas, o MIM é um programão!
Ainda mais num dia de neve nos Andes!

Fica aí a dica e o site: http://www.mim.cl/Portal.Base/Web/VerContenido.aspx?GUID=81596275-07c9-4f5e-b25d-89b5e5d92391&ID=190209

Começa o inverno andino

O inverno chileno começa assim:
O dia amanhece chuvoso, ocultando parcialmente a majestosa Cordilheira.



No fim da tarde, após o chororô...
Notem a sensível diferença, lá no cume...



De agora até mais ou menos novembro... vai ser assim!
Ar condicionado soprado direto da Cordilheira dos Andes!

Bem vindos de volta!