sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Um MoMA perdido no meio do nada

Para fechar, a descoberta.

No nada perdido entre Alemanha e Suiça, eis que surge a arte.

Refugiada em um edifício de Renzo Piano, a Beyeler Foundation é um programa que poderia durar horas. Se você sabe que ela existe antes de reservar os hotéis, é claro!


No final, o que sobra é um lindo e frio fim de tarde...

Até a próxima!

A casa dos sonhos


Quem não quer?




Parque temático da arquitetura

Tudo começou quando o dono da Vitra ficou amigo do Gehry. Ambos decolaram.
O primeiro começou a montar seu parque temático. O segundo transformou sua arquitetura.


















O Vitra Campus satisfaz a todas as filiações arquitetônicas.
São edifícios soltos, onde cada arquiteto conta a história do seu tempo, suas inquietudes e estratégias.
No final da linha do tempo, um belo Herzog e De Meuron dá um desfecho poético.

Qual o seu brinquedo preferido?
Gehry
Fuller
Prouvé

Siza

Hadid

Ando
Herzog e De Meuron

A regra é clara

Segundo a regra dos 100 países, para entrar na contabilidade, o país tem que necessariamente ser caminhado. Se o visitante puder contribuir com a economia local, ainda melhor.


Pois Liechtenstein, esse minúsculo principado encravado entre a Áustria e a Suíça, se faz representar aqui através de sua capital, Vaduz.

Foi de noite. Não se vê bem a bela arquitetura contemporânea do centro histórico.
Mas fica valendo a intenção!

As peles que habito

Terra de Herzog e De Meuron, Basel concentra grande parte das obras iniciais dos dois arquitetos.

São muitas e muitas peles para contar a sua história...





Comes e bebes austro-suíços


De marzipã de feira até jantar de luxo!
Tem para todos os gostos.
Não digo bolsos, porque a feira é beeeem carinha...


Quem achou que a Suíça seria um tédio?

Basel superou minhas expectativas.
Além de bonita, é uma cidade de enorme vitalidade. A vida na rua rola até tarde da noite, inclusive no inverno!


















Uma característica curiosa: a quantidade de fontes de água espalhadas pela cidade.



















Apresento um pouco de sua feição antiga, já que a arquitetura contemporânea (abundante) vem depois.
 

Tour Zumthor

Animados pela experiência anterior, resolvemos continuar trilhando o caminho da verdadeira arquitetura.
Abaixo, mais dois projetos do mestre.
O primeiro, bem próximo às termas, é a Capela São Benedito.
O segundo, já na Áustria, é o Kunsthaus Bregenz.

Não importa se é concreto, pedra, madeira, tijolo ou vidro.
Arquitetura é pra quem sabe.