quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Uma lição de urbanismo

Medellín é uma cidade muito interessante.
Conformada como um grande vale, apresenta já na sua divisão territorial uma forte ruptura social: o fundo do vale é formal e disperso, enquanto os morros são tomados por favelas de alta densidade.

Os planos urbanísticos recentes propõem o adensamento habitacional do fundo do vale como forma de garantir o crescimento da cidade sem o aumento das favelas, já hoje de proporções impressionantes. Em paralelo, um grande cinturão verde fará a contenção do crescimento no alto dos morros.

Esse parece ser o novo desafio dos arquitetos e políticos locais, já que para os desafios anteriores eles têm conseguido apresentar respostas de forma paulatina. Resta saber se vão conseguir resistir às pressões das elites, que ocupam o fundo do vale e não devem querer abrir mão de seus feudos assim tão facilmente.

De todas formas, os pontos de contato entre o formal e o informal crescem a cada dia. A foto acima mostra um deles: a relação entre as áreas informais e a linha do metrô, que já chegou até elas.

Fiquei muito feliz em conhecer essa cidade, tão complexa e instigante, e que é uma verdadeira aula de urbanismo!

Nenhum comentário: