quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Termas Geométricas



Indo direto ao assunto, vamos a elas - as Termas Geométricas - motivo número 1 da viagem.

Inauguradas em 2004, as termas são projeto do arquiteto Germán del Sol, que, ao que parece, é o próprio dono do lugar.

Instaladas em uma "quebrada" na mata nativa, de onde brotam mais de sessenta fontes de água termal a 80 graus de temperatura, as termas contam com mais de 20 piscinas de pedra, geometrizadas, coladas aos paredões da greta, deixando correr o rio entre elas. Uma passarela de madeira pintada de vermelho conecta, solta, todas as piscinas e pequenas edificações de apoio, levando também a infraestrutura canalizada sob ela.












É uma experiência única, que une a vida à arquitetura através dos sentidos: o quente e o frio, o natural e o construído, o verde e o vermelho, água, silêncio (ou nem tanto), vapor... e no fim o fogo, no centro do espaço de convivência, uma espécie de sede do lugar.




Diz o autor que "a geometría destaca o que é natural, e o separa do construído. Esta arquitetura distingue o lugar, e quiçá o faz irrepetível".  Tendo a concordar com ele!

VISITA OBRIGATÓRIA!!

Nenhum comentário: