domingo, 30 de junho de 2013

Referências

Cada cidade tem o mirante que merece!
No caso de Toronto, é a CN Tower que vigia a cidade, de forma onipresente.
Jetsons...


Fragmentos de cidade

Vazios entre tempos...
Fragmentos do passado...
Toronto se transforma, mas o essencial não muda.




Old Toronto x Old Montreal

O Canadá é um país bilíngue, mas isso não quer dizer que as duas línguas sejam faladas em todos os lugares. É bilíngue porque houve duas grandes migrações, estabelecendo-se um grupo de cidades inglesas e outras francesas.

Cada grupo tem o seu charme e peculiaridade.

Caminhando pelas "old cities" de ambas metrópoles, ficam mais ou menos claros as cores e os contornos culturais.

Por exemplo, as cores de Toronto são Londrinas:




E em Montreal predomina o cinza Parisiense:



Não é lindo o urbanismo?

Arquitetura contemporânea + patrimônio

Não precisam brigar, ou precisam? Não podem conviver lado a lado, ou superpostas, as arquiteturas de diferentes tempos?

O Will Alsop está propondo essa reflexão com o Sharp Design Center. Radical!









E a peitada do Daniel Libeskind, no
Royal Ontario Museum? Museu Judaico revival...





E ainda tem a Intervenção de Gehry na Art Gallery of Ontario. Todo o star system ao alcance da mão.






Waterfronts

Urbanisticamente, creio que as frentes de água das cidades visitadas são seu ponto fraco. Ainda necessitam de muita intervenção, em Toronto principalmente. Mas algumas intervenções se destacam no meio dos galpões e espaços vazios.

Uma delas é a intervenção do West 8, em Toronto:













Já o Old Port de Montreal, coitado, com tanta neve nem conseguiu ser apreciado. Mas parece que há um investimento em curso. Queria ver no verão!