sábado, 25 de janeiro de 2014

Uma pitada cultural


























Seria pretencioso dizer que, após 1 semana, é possível "conhecer", e não somente visitar, ainda mais um lugar historicamente complexo como este.

Mas a sensação que tivemos é que a Ilha hoje consegue manter sua autonomia e identidade, mesmo fazendo parte do Chile.
[Claro que isso não me dá o direito de contar mais um país para o meu jogo, mas isso é outra história ;-) ]
Deixo então dois momentos que transmitem um pouco o colorido desse lugar, e que expressam a cultura polinésica, seja no cotidiano...

... ou no evento!

Um comentário:

Mário Saleiro Filho disse...

Opa! Já estava sentindo falta das atualizações.