sábado, 7 de fevereiro de 2015

Seguindo com mais capítulo (super) arquitetônico, fomos conhecer a Biblioteca de Santiago. É a Biblioteca Parque chilena, cuja programação reúne espetáculos, música, exposições, atividades infantis, internet e, obviamente, a leitura.



A reforma foi bem honesta, revitalizando um edifício Art Deco durão e bem medíocre através de algumas intervenções contemporâneas, como nova fachada de vidro (meio gratuita, é certo), trabalho sobre a topografia da praça e inserção de algumas salas aquário no interior de aspecto meio industrial.







A intervenção na praça com criação de auditório subterrâneo é o ponto alto. Lembrei da Casa Daros, que poderia ter um elemento de sombra semelhante no pátio, de forma a amenizar o calor.

O projeto é de Cox e Ugarte Arquitectos. Vale a visita!



Nenhum comentário: