quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Patrimônio + arquitetura contemporânea: duas revitalizações em Quito


Duas revitalizações chamaram a atenção no centro histórico. Dois museus. Duas abordagens distintas.

A primeira é o Museo de la Ciudad, projeto de revitalização e ampliação de Yadhira Álvarez Castellanos, Pablo Moreira Viteri, Natalia Corral Fierro, Rubén Moreira e Milton Chávez.



O projeto propõe um acréscimo na forma de um "plug" que cria uma nova fachada do edifício antigo para o Boulevard recente, cujas obras aparentemente desconfiguraram os alinhamentos originais.

O novo edifício se desenrola, então, a partir da ponte peatonal que liga o Boulevard ao pátio do anexo do museu.








Segundo os arquitetos, "los espacios libres son resultado de una intervención proyectual que les atribuye significado y que permite entenderlos como un circuito transitable continuo que atraviesa y dota de permeabilidad al conjunto edificado". 


Após o atravessamento da ampliação, é possível acessar aos espaços museográficos propriamente ditos, situados no corpo do edifício colonial.



Para mais informações, vejam: http://arqa.com/arquitectura/museo-de-la-ciudad-de-quito-ampliacion-y-nuevo-ingreso.html


A segunda revitalização é mais bacana ainda: o Museo Casa del Alabado, projeto de revitalização primoroso do arquiteto equatoriano Luis López, do escritório López y López Arquitectos, finalizado em 2010.


Muito mais sutil que a anterior, essa intervenção se foca na reformulação dos interiores, não constituindo nenhuma mudança significativa das fachadas. O acesso se dá pelo pátio conectado à rua por um pequeno vão.
Os interiores são uma sequência de intervenções caracterizadas pela entrada de luz natural.




O projeto museográfico é igualmente elegante.

Para mais informações, ver: http://www.haremoshistoria.net/noticias/casa-del-alabadolpez-lpez-arquitectos
Um achado no centro histórico de Quito!


Nenhum comentário: